terça-feira, 16 de setembro de 2008

psycho-cats

Vendo os textos e fotos que publiquei nos últimos tempos, temo que a minha vida esteja a ficar deveras desinteressante. Gatos e gatos e mais gatos... Confesso que já tive dias em que a minha sanidade mental estava num nível aceitável. Não é o que se passa actualmente, com dois felinos a coabitar num pequeno apartamento que começa a ficar sem espaço para mim. Felizmente, os ataques de ciúmes do "meu mais velho" têm vindo a acalmar, para bem dos meus braços (já houve quem perguntasse, a medo, se eu tinha gatos, com receio de estar a lidar com uma potencial suicida...).


Atenção: gatos a conspirar!

Contudo, vou-me apercebendo que o "meu mais pequeno", que andava tão calminho, começa a adquirir alguns dos hábitos do "irmão": miar de forma desesperada sem razão aparente, saltar-me para cima enquanto durmo e dar-me mordidelas no pescoço, na cara ou onde calhar, percorrer a casa atrás de mim para onde quer que eu vá, deitar-se no bidé a mirar-me quando estou na casa-de-banho, saltar para cima das mesas, cómodas e móveis similares deitando praticamente tudo para o chão...
Como se não bastasse a acção individual de cada um, tenho cá um pressentimento que os dois felinos andam a congeminar uma qualquer conspiração para me tramar. Há pouco fui tomar banho e, no fim, ao correr a cortina da banheira, deparei-me com os dois gatos a olhar-me fixamente, quais psychos de bigodes: um sentado no tapete, muito direito, e o outro extremamente confortável na "minha" toalha, dentro do lavatório. Cheira-me a tramóia...

6 comentários:

I. disse...

Cheira-me que o teu mais velho é mano da minha (por enquanto única). Para além de me seguir, se sentar no tapete da casa de banho à esperas que saia da banheira (para depois a ir lamber, hábito esquisito), consegue fazer os miados mais desesperados que já ouvi. E sem razão aparente, 90% das vezes...
Mas são a coisa maiboa que há, verdade ;)
(os teus são lindos)

NL disse...

Já vi quem tenha escrito livros sobre gatos ganhar um Nobel...

Teresa disse...

hum... posso arriscar um comentário objectivo? enfim... chato? acho que ou é comportamento típico de gato ou a culpa é da dona :P mas isto não tem nada a ver com a biologia... :D

bj

laura disse...

i: pois, isso de lamber a banheira também acontece por aqui... é um ganda nojo, mas pronto, sempre fico com a banheira limpa, lol...

nl: ehehehe... pois, há pessoas para tudo. até para fazer filmes... ;)

teresa: culpa da dona? bem, tu é que és de biologia. e sabes que gosto muito dos teus desenhos, por isso, não vou levar a mal ;)))

MPR disse...

Só conhecia o mais velho...

Ricardo disse...

Teresa: são mesmo coisas de gato!

(ou então, os donos estão todos atacados pelo mesmo "vírus"!)

:)